fbpx
5 lugares para jogar “Questão de Amor”

Você sabia que a falta de diálogo e o uso excessivo do celular estão entre os principais motivos de briga entre os casais brasileiros*?

Estes são alguns dos motivos que nos levaram a empreender na área de jogos analógicos (jogos físicos), onde o mundo virtual e a superficialidade nas relações abre espaço ao diálogo profundo e saudável entre as pessoas.

Afinal, infelizmente, casais juntos e desconectados fazem parte de nosso contexto social. Quem nunca presenciou a cena de um casal sem diálogo, onde cada um está vidrado na tela de seu aparelho celular? (Já fiz isso, que fique claro!) Ou observou duas pessoas admirando as bebidas e a porção em cima da mesa sem qualquer troca de palavras e/ou olhares?

O jogo de cartas “Questão de Amor” surgiu para mudar este contexto. De forma simples, aberta e integrada, cria a oportunidade de conversas com significado nascerem e, logo, relações se tornarem mais fortes. São dezenas de cartas com perguntas que exploram as biografias individuais, a história do casal, curiosidades e reflexões para que cada um possa se conhecer melhor e grandes lembranças inspirarem o futuro de ambos. No “Questão de Amor” não há vencedor ou vencedora e as cartas tem validade eterna – pois, a resposta de hoje muito provavelmente será transformada no amanhã.

Além disso, o jogo é bem-vindo em diferentes situações. Aqui, vão 5 dicas de lugares para jogar!

1. No barzinho ou restaurante

Dois dos lugares mais comuns para o casal e por isso, sempre grandes oportunidades de diversificar a experiência. Antes, durante ou depois do pedido, tirar as cartas para conversar sobre as perguntas é uma grande sacada. O tempo rende, a conversa flui e questões importantes vem à tona.

Recomendo muito a tentativa.

2. Durante um piquenique

Planejada ou improvisada, essa é uma chance espetacular para fortalecer os laços da relação. O contato com a natureza, o som dos pássaros ao fundo e todo ritual que envolve essa ação são fatores que tornam o jogo ainda mais especial. A tranquilidade inerente a esta vivência é fator essencial para o surgimento de conversas focadas e transformadoras.

3. Na estrada

Melhor do que ficar caçando estação de rádio com sinal bom (não necessariamente com música ou programação interessante) ou repetir a playlist de sempre, é poder selecionar algumas perguntas e inaugurar uma boa conversa ao longo do caminho. Lembrando que uma questão pode inaugurar outras e levar o casal a explorar fatos nunca antes explorados, seja no conteúdo ou na maneira de realizar isso.

De verdade, por mais simples que seja a viagem, tudo fica melhor.

4. Enquanto estiver voando (avião)

Se estiver indo, uma ótima maneira de inaugurar a viagem, agregando mais conexão e profundidade desde o início. Se estiver voltando, algo perfeito para concluir a experiência e deixar o diálogo aberto entre ambos. Tirar as cartas e respondê-las pode ser algo feito lá em cima ou enquanto espera o embarque; com o voo sossegado ou com aquela leve turbulência.

5. Ao preparar uma refeição

Vários casais adoram criar experiências gastronômicas próprias. Ir para cozinha juntos preparar algo único acaba sendo um ritual naturalmente saudável e desafiador para a relação. E tudo isso pode ficar ainda melhor. Em meio aos detalhes das receitas, ingredientes, misturas e marcação de tempos, que tal poder iniciar conversas inspiradas nas cartas da GuKá? Essa é uma valiosa dica que deixamos.

Como dizem por aí, tudo que é feito com amor fica muito mais gostoso, certo?

Esperamos que com essas sugestões vocês possam aproveitar ainda mais o “Questão de Amor”.

Até mais!

“GuKá, cuida de você, cuida do mundo”

*Fonte: Por que os casais brasileiros brigam? Pesquisa realizada pelo Instituto do Casal em Junho de 2018.

Deixe uma resposta

Fechar Menu